quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Curso de Prevenção do Uso de Drogas para Educadores de Escolas Públicas -

Curso de Prevenção do Uso de Drogas para Educadores de Escolas Públicas


edição 2014

Estão abertas as inscrições da 6ª edição do Curso de Prevenção do Uso de Drogas para Educadores de Escolas Públicas

Resultado de parceria entre a Secretaria Nacional sobre Drogas/SENAD/MJ, a Secretaria de Educação

Básica/SEB/MEC e a Universidade de Brasília/PRODEQUI/PCL/IP/UnB.

Período de realização do curso


março  /2014 a outubro/2014.


Objetivo do curso:


formação de educadores de escolas públicas para elaboração e implementação coletiva de um projeto de ações preventivas para a escola, contribuindo para o fortalecimento da comunidade escolar na promoção da saúde com

ênfase na prevenção do uso de drogas.


Metodologia:

Curso a distância, oferecido por meio da plataforma Moodle,iniciado com a ambientação e desenvolvido em cinco módulos. O acompanhamento tutorial é realizado em todo período do curso (de março /2014 a outubro/2014).


Material pedagógico:

cada cursista receberá um kit individual de material pedagógico,composto de livro- texto e DVD.



Condições pedagógicas exigidas pelo curso:

ter acesso à internet, disponibilidade semanal para estudo e realização das atividades exigidas pelo curso, com

apoio institucional para a realização do projeto de prevenção do uso de drogas na escola.



Requisitos obrigatórios para a inscrição



1) ser educador de escola pública, em exercício em unidade de ensino;

2) realizar inscrição online no período determinado (11 de novembro de 2013 a 16 de fevereiro de 2014);

3) atuar em escola dos estados para os quais a oferta do curso é feita pelaUniversidade de Brasília. Entre eles estão:


3.1. Espírito Santo

3.2. São Paulo

3.3. Acre

3.4. Amazonas

3.5. Amapá

3.6. Pará

3.7. Roraima

3.8. Rondônia

3.9. Tocantins

3.10. Bahia

3.11. Sergipe

3.12. Distrito Federal

 Critérios de classificação

As 50 mil vagas serão preferencialmente preenchidas obedecendo aos seguintes critérios de prioridade:

1) escolas das Unidades Federativas pactuadas no Plano “CRACK, é possível vencer!”;

2) grupos de no mínimo 5 e no máximo 10 educadores-cursistas por escola;

3) escolas que tenham inscrito membros da gestão administrativa e/ou pedagógica(direção, coordenação pedagógica,orientação educacional, administração escolar,supervisão escolar, entre outros);

4) educadores que atuem com estudantes de Ensino Fundamental ou Ensino Médio;

5) escolas inseridas em Programas do MEC, tais como: PSE (Programa Saúde na Escola); SPE (Projeto Saúde e Prevenção nas Escolas); Programa Mais Educação;Programa, Educação Integral; Programa Ensino Médio Inovador; Programa Escola Aberta e outros.

Cronograma:

Período de inscrição: 11 de novembro de 2013 a 16 de fevereiro de 2014.

Divulgação da lista de selecionados (data provável): fevereiro de 2014.

Informações e dúvidas:

PRODEQUI-Universidade de Brasília

Os telefones de contato para dúvidas sobre o processo de inscrição dos cursistas são:

(61) 3107-8912 ou (61) 3107-8913 ou acesse: <educadores.senad.gov.br>


Segue link para a inscrição.

sábado, 11 de janeiro de 2014

Respostas das atividades -Orações Subordinadas Substantivas

1.Leia esta tira de Dik Browne:
 
2. Você já sabe que a cada verbo ou locução verbal corresponde uma oração. Observe o balão de Hagar no 1º quadrinho
:
a) Quantas orações têm o período?   o período tem duas orações.
b) A primeira oração liga-se à segunda por meio da conjunção que. Esse período é composto por coordenação ou por subordinação?  Período composto por subordinação
3. Examine a locução fui dizer quanto à predicação.
a) Como ela se classifica?   Predicado verbal

b) Qual é o seu objeto indireto, ou seja, a quem Hagar disse algo? Ao vizinho

c) Qual é o objeto direto, ou seja, o que Hagar foi dizer ao vizinho? 

Hagar foi dizer ao vizinho que os latidos dos cães dele os estavam incomodando.

4. Faça de acordo com o modelo: Teu estudo é importante.  È importante que estudes.

a) O nosso trabalho é necessário -É necessário que trabalhes.
b) Exige-se tua participação. Exige-se que você participe ou Exige-se que participes

c) Está decidida a festa.Está decidido que  haverá festa

d) Convém a tua vinda - Convém que você venha

e) Está clara a sua participação nos acontecimentos- Está claro que você participa dos acontecimentos


5.Observe e recorde: Verbo transitivo direto → objeto direto
                                 Verbo transitivo indireto + preposição: → Objeto indireto
                                  Substantivo, adjetivo ou advérbio + preposição: complemento nominal

Agora coloque A para objeto direto , B para objeto indireto e    C para complemento nominal.

1.(   OI   ) Penso muito em você.                                            2.(   CN    ) Minha casa é longe da escola.
3..(  CN ) Tenho medo de assombração.                             4 (  OI    ) Disse a ela que voltasse logo.
5.(   OD  ) Gastei todo o meu salário.                                 6 ( CN ) Nós tínhamos receio de uma catástrofe
7.( CN   ) Ela tem preferência por música clássica.            8. ( OI ) Será que veremos o cometa?
9.(    OD  ) O menino leu a notícia admirado.                       10 ( OI  ) Todos precisam de alguém.
11. ( CN  ) O rapaz está temeroso pela situação atual.      12 ( OI   ) Eles gostam de futebol.

6. Verifique se a oração destacada é: (A) objetiva direta   ( C) objetiva indireta    (B) completiva nominal           (D ) subjetiva

 (  A    ) Os pais desejam que os filhos sejam felizes.
(   B ) Tenho conhecimento de que tu voltarás amanhã.
(   D    ) Parece que o resultado não os deixou tristes.
(  C   ) Eu não me esqueço de que deverei resolver tudo amanhã.
(  A ) Meu amigo mandou saber se você gosta dele, Maria.
(   D ) É conveniente que seja assim.                             
(   A    ) Se ele confessou, não sei.

7. Classifique a oração destacada: ( A) principal, (B) subordinada substantiva predicativa, ou subordinada substantiva apositiva (C).
(     C     ) Tínhamos uma esperança: que dias melhores viriam.
(     C ) O correto seria o seguinte: que todos colaborassem.
(  B   ) A maior tristeza da criançada foi que o palhaço não veio.
(  A   ) Deu-nos este conselho: que cobrássemos mais.

8.Observe e recorde: A oração subordinada introduzida por preposição + conjunção pode ser:
→ objetiva indireta: completa o verbo transitivo indireto da oração principal.
→ completiva nominal: completa um nome da oração principal.

8.1. Agora, classifique as orações subordinadas substantivas em (OI) objetiva indireta, (CN) completiva nominal, (PR) predicativa ou (AP) apositiva.

(    OI ) Convenceu-se de que era mentira.                     (  CN ) Minha esperança era que ele voltasse.
(   AP  ) Coloco esta condição: não me perturbem           (   OI ) Insisto em que me auxilies.
( CN   ) Todos estavam receosos de que ele se machucasse.(     PR  ) O fato é que ele não se esforça.

9. Divida e Classifique as orações substantivas dos períodos abaixo:

a) Fizeram a seguinte advertência: que o trabalho fosso secreto.

Fizeram a seguinte advertência- Orção principal
que o trabalho fosso secreto. Oração subordinada apositiva
 
b) É possível que as provas sejam anuladas. 

 É possível- oração principal
 que as provas sejam anuladas- oração subordinada substantiva

c) A boa notícia do dia seria que descobrissem a cura da AIDS. 

A boa notícia do dia seria- oração principal
que descobrissem a cura da AIDS - oração subordinada predicativa

d) Alguém lhe perguntou de onde vinha.

 Alguém lhe perguntou- oração principal
de onde vinha- oração subordinada objetiva direta

e) Ninguém soube se morrera de desgosto. 

Ninguém soube - oração principal
se morrera de desgosto- oração subordinada objetiva direta

f) Inteirei-me de que ela havia mentido. 

Inteirei-me- oração principal
de que ela havia mentido- oração subordinada substantiva obetiva indireta
 
10. (F. Objetivo-SP) No período: "É necessário que todos se esforcem", a oração destacada é:

a) substantiva objetiva direta                    b) substantiva objetiva indireta
c) substantiva completiva nominal            d) substantiva subjetiva         e) substantiva predicativa

11. (F. Objetivo-SP) "A verdade é que a gente não sabia nada..." Classifica-se a segunda oração como:

a) subordinada substantiva objetiva direta              b) subordinada adverbial conformativa
c) subordinada substantiva objetiva indireta           d) subordinada substantiva predicativa
e) subordinada substantiva apositiva

domingo, 17 de novembro de 2013

Resenha do filme "Mãos talentosas - A história de Ben Carson"


Dirigido por Thomas Carter e produzido pela Sony Pictures, Mãos talentosas – A história de Ben Carson conta a trajetória de Benjamin Carson, diretor do departamento de Neurocirurgia Pediátrica do hospital Johns Hopkins.
O filme mostra dois momentos: Ben já adulto com a dúvida se faria uma cirurgia nunca antes feita, a de separar gêmeos siameses unidos pela cabeça; e Ben criança, quando de fato é contada a história dele até sua decisão de fazer a cirurgia. 
Menino pobre, negro, filho de mãe separada e analfabeta, Ben era um aluno com baixíssimo rendimento, que sofria preconceito por parte de seus colegas e que se achava completamente incapaz de ser e conseguir algo na vida, entretanto, sua mãe, maior incentivadora do futuro neurocirurgião, faz de tudo para que ele acredite em seu potencial e é quando ela se depara com a biblioteca de seu patrão, que percebe o que poderia ajudá-lo a mudar seu futuro.
Assim, o menino é obrigado pela mãe a ir para biblioteca ler dois livros por semana, o que o faz descobrir a Literatura, pois a partir daí ele passa a ser um leitor assíduo dos livros. Logo o desenvolvimento de Ben melhora significativamente na escola seguindo para sua entrada em Yale, uma universidade de prestígio nos EUA até ele chegar ao Hospital Antony Hopkins, onde ele passa, anos mais tarde, a ser considerado um dos melhores neurocirurgiões do mundo.
Logo, podemos perceber como a Literatura é capaz de fazer transformações. Ela faz com que Bem transforme seu futuro e sua imagem sobre si mesmo, fazendo com que aquele menino que se achava “burro” e incapaz, se transformasse em um neurocirurgião reconhecido por seus trabalhos pioneiros.
 https://encrypted-tbn2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcSK0_FRuh9h8gVn4QReVDSFjk0Anwvo2OvYj8e_25wLctsIwcWF
https://encrypted-tbn2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQjeAuU-m6GoKZbAI2225zlsEcYhqr-T-kk-W_V5q8rCbbGdh7YSAMãos talentosas – A história de Ben Carson é um ótimo filme para servir de exemplo e motivação e para mostrar o poder e a força que a Literatura pode ter e de como os pais podem e devem incentivar seus filhos a ler.

Área interna do Polivalente

Área interna do Polivalente

Área de recreação

Área  de recreação

Alunos no laboratório de informática

Alunos no laboratório de informática

Alunos da 5ª C-vesp- no laboratório

Alunos da 5ª C-vesp- no laboratório